Um bom controle de estoque é fundamental para manter a lucratividade da sua empresa. Você sabe que qualquer desperdício deve ser evitado e estoque parado significa dinheiro parado. Para lhe ajudar com isso, separamos 8 dicas para ter um controle de estoque eficiente, que otimiza processos e garante a saúde do seu negócio.

Independente da forma que você escolheu para fazer o controle de estoque, o processo de organização precisa estar bem definido. Também é fundamental contar com profissionais qualificados para ajudar nesta tarefa tão importante. Afinal, não queremos que o seu investimento vá por água abaixo. Então vamos às dicas:

1. Conheça métodos eficientes de controlar o estoque

zzz diferentes formas de controlar o estoque. Uma delas é o método PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai). Este, consiste em obedecer uma ordem cronológica, fazendo com que os itens que estão a mais tempo estocados, tenham prioridade para sair.

Outra técnica bastante utilizada no controle de estoque, é a UEPS (Ultimo que Entra, Primeiro que Sai). Ela leva em conta o preço do último lote que entrou no estoque. Por isso, é importante conhecer melhor as diferenças entre os métodos de controle de estoque para escolher aquela que se adapta melhor à sua realidade.

2. Comece sempre pelo inventário

O primeiro passo é “organizar a casa”.  Pra começar, contabilize a quantidade de cada item estocado e conheça todo o valor investido que está parado no estoque. Peça a ajuda dos colaboradores nessa tarefa.

Feita a contagem de itens, valide as quantidades através dos relatórios de compra e venda. Assim, você terá a exata noção da sua atual quebra de estoque e, com isso, poderá tomar medidas para melhorar o processo de controle para evitar a perda de capital.

3. Conte com profissionais qualificados e de confiança

Para que a sua empresa tenha um controle de estoque eficiente, é fundamental contar com profissionais organizados e de confiança. Além de realizar a organização dos produtos armazenados, estes profissionais terão de cuidar de detalhes importantes como as datas de vencimento e contabilizar as entradas e saídas de itens seguindo o método de controle designado.

Ter um controle rígido é muito importante para ter uma gestão de estoque eficiente – e seus colaboradores devem estar cientes disto. Cadastrar os produtos que entram e saem do estoque é indispensável para que os gestores evitem desvios e quebras de estoque. Por isso, deve ser expressamente proibido deixar para lançar os registros mais tarde ou no dia seguinte, já que qualquer esquecimento pode causar um descontrole difícil de resolver mais tarde.

4. Agende controles periódicos

Estabelecer a contabilização dos itens estocados por períodos é uma boa forma de verificar a organização dos produtos e o andamento do controle de estoque. Estipulando o inventário rotativo, é possível definir ciclos de conferência para diversos tipos de itens. Tomando esta medida, fica mais simples verificar se o controle de estoque está sendo eficiente, além de perceber falhas e desvios mais facilmente.

Como você faz para reabastecer o estoque? Para ter uma gestão eficiente, é preciso considerar não apenas o volume atual de itens para promover a reposição, mas também avaliar o histórico de movimentações. Nesta tarefa, é preciso levar em conta alguns critérios, como a sazonalidade, por exemplo.  Quando um produto é “sazonal”, significa que pode ter uma grande retirada em determinados períodos e, em outros, simplesmente não ser necessário.

Assim, esteja sempre atento aos relatórios de oferta e demanda, seja nas questões que envolvem as vendas, seja nos produtos que são consumidos dentro da empresa. Agindo desta maneira, poderá fazer compras eficientes, evitando investir em produtos desnecessários que fazem com que seu dinheiro fique parado no estoque, impedindo a aplicação em algo realmente importante.

5. Negocie com seus fornecedores

Sempre prefira negociar com fornecedores flexíveis e que ofereçam agilidade na entrega dos produtos. Isso evita que sua empresa fique sem determinados itens que possuem alta rotatividade.

Alguns fornecedores exigem que a empresa mantenha um ritmo de compras constante durante o ano, para garantirem o próprio fluxo de vendas e se programarem em relação à fabricação e entrega. Porém, se a sua empresa não tem condições de arcar com esta exigência, vale a pena procurar alternativas antes de se comprometer.

O preço e a qualidade dos produtos é muito importante, mas sempre leve em conta também a agilidade na entrega e o atendimento qualificado antes de fechar um contrato.

6. Queima de estoque para equilibrar as contas

Quando um produto tem pouca saída, é comum que acabe encalhado no estoque. Isto é ruim por dois motivos principais: o primeiro é que este produto acaba tomando o espaço que poderia ser ocupado por outros itens e, o segundo motivo, é que produto parado significa dinheiro parado. Estoque que não gira, só traz prejuízos.

Quando este tipo de problema acontece, o recomendado é realizar uma queima de estoque, através de uma grande liquidação, de maneira que seja possível recuperar o investimento e ainda liberar espaço para novos produtos.

7. Utilize um software de gestão confiável

A melhor maneira de equilibrar e organizar o estoque é contar com um software de gestão. Com esta ferramenta, você consegue acompanhar alterações no estoque, determinar permissões aos usuários que poderão dar baixa nos produtos, além de ser avisado com antecedência quando os itens estocados estão tendo pouca saída ou se está na hora de comprar novamente.

Através do sistema de gestão, o controle de estoque se torna mais ágil e eficiente, já que você tem em mãos informações precisas e detalhadas, que ajudarão a tomar decisões acertadas, sejam elas a respeito de compras, precificação ou até para a melhoria de questões operacionais.

Seguindo estas 8 dicas, sua empresa contará com uma gestão de estoque muito mais eficiente, cortando compras desnecessárias, reduzindo perdas e aumentando a lucratividade do negócio.

E você, quais métodos tem utilizado para fazer um controle de estoque eficiente? Deixe seu comentário!

Inscreva-se na Newsletter

Gostou deste artigo? Inscreva-se gratuitamente e receba novos conteúdos em primeira mão no seu e-mail!


Deixe uma resposta