Se vender online era uma solução fora de cogitação pra você até pouco tempo atrás, este é o momento de rever seus conceitos. Afinal, desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia do Covid-19 no mundo, os pequenos negócios são os que mais estão sofrendo impactos. Se a recomendação é de isolamento da população, como continuar vendendo? A resposta está na internet. Se você ainda não colocou em prática as estratégias de vendas online, veja como pode começar agora mesmo.

Como sua empresa pode começar a vender online em tempos de coronavírus

Neste vídeo, nosso consultor comercial Cristian Meneguzzi fala sobre vendas na era digital. Saiba como sua empresa pode continuar vendendo em tempos de coronavírus e distanciamento social através de canais online.

Reproduzir vídeo

Com a quarentena imposta pelo coronavírus, os empresários que apostavam apenas nos pontos de vendas presenciais estão passando por um momento histórico e crucial. Este é um de verdadeiro divisor de águas, um teste de suas habilidades empreendedoras, uma situação que demanda altos níveis de resiliência: aquela “arte de dar a volta por cima” com rapidez. Mas, como em todas as situações de crise, há quem se sobressaia e acabe emergindo dela mais forte, adquirindo mais “resistência” e conhecimento para lidar com imprevistos futuros.

Neste momento, as compras online representam um oceano de possibilidades para as empresas que vendem pela internet. Os negócios online crescem a cada dia a mais que temos de quarentena e ajudam os empreendedores a alavancar o faturamento ou, pelo menos, minimizar prejuízos.

Para entender como isso funciona, basta lembrar que os consumidores que estão em casa continuam comprando, e isso inclui um aumento de necessidades de diversos bens e serviços que sua empresa pode oferecer a eles.

Canais digitais para sua empresa vender online

A internet funciona como uma ferramenta de apoio para comercialização de bens e serviços através de canais digitais. Dentre eles, estão as plataformas de vendas online e as redes sociais, sem esquecer que o seu próprio site faz parte dessa estratégia. Vejamos, então, alguns exemplos:

1. Whatsapp

A velocidade de comunicação pelo Whatsapp é a maior vantagem dessa ferramenta. Através dela, você pode distribuir conteúdo, enviar ofertas, imagens e vídeos instantaneamente para toda a sua rede de contados em segundos. Cada pessoa da sua rede, por sua vez, pode compartilhar com a rede de contados dela, ampliando o alcance da sua empresa num piscar de olhos.

Pelo Whatsapp também é possível receber pedidos e prestar atendimento aos clientes com velocidade. Além de vender online, resolver questões e contornar problemas se torna algo mais simples. O atendimento de qualidade é o que muitos clientes sonham obter do seu fornecedor. Aproveite para se destacar!

2. Instagram

A rede social mais popular da atualidade tem mudado a vida de muitos empreendedores que resolveram apostar nas vendas pela internet. Para começar, crie um perfil para sua empresa e comece a postar fotos e vídeos dos produtos e serviços que pode prestar ao consumidor. Siga e seja seguido por pessoas da sua região de atuação, crie promoções, enfim… seja visto!

Mas preste atenção: não adianta criar uma rede social, postar fotos e vídeos e depois sair correndo pra voltar só daqui alguns dias. É preciso se manter ligado, para responder comentários e mensagens quando começarem a aparecer interessados querendo comprar. Provavelmente você já sentiu o quanto é frustrante tentar conversar com um fornecedor pelas redes sociais e não obter nenhuma resposta.

E o Facebook, como fica? As regras que valem para o Intagram, também valem pra ele, pois as duas redes pertencem ao mesmo grupo.

3. LinkedIn

Se sua empresa vende produtos ou presta serviços para outras empresas (B2B), esteja onde elas estão. O LinkedIn ganhou fama por ser a rede social que conecta profissionais e negócios, então vale à pena ter um perfil e uma página da sua empresa por lá.

Normalmente os decisores de compras e/ou contratações realizam buscas por empresas e profissionais nessa rede. É comum que volta e meia você receba uma mensagem de alguém que ainda não conhece, mas que está interessado no seu perfil, perfil da sua empresa ou nos serviços que você presta.

4. Yelp

Yelp é uma plataforma multinacional que funciona como uma rede de geolocalização para divulgar pequenos negócios locais. Quando um usuário faz uma busca pelo site ou aplicativo Yelp, a ferramenta rastreia a localização dele e mostra os estabelecimentos mais próximos.

Além de fazer essa conexão, a ferramenta também mostra as avaliações de outros consumidores sobre aquelas empresas através de comentários, dicas e outros atributos do local. Para conhecer o Yelp e fazer o cadastro da sua empresa, clique aqui.

5. Zoom & Buscapé

Outra dupla bem conhecida, que agora forma um grupo líder na América Latina, oferece uma plataforma de comparação de preços e divulgação de lojas online. Se você quer conhecer melhor como tudo funciona e colocar sua empresa por lá, clique aqui.

6. Comprasnet

O Comprasnet é o portal de licitações e contratações do Governo Federal. Através dele são realizados os
processos eletrônicos de aquisição, como pregões e cotações.

Se você tem interesse em prestar algum tipo de serviço ao governo, vender produtos e serviços para a Administração Pública, poderá começar a participar de licitações públicas.

7. B2W Marketplace

O grupo B2W é detentor de grandes lojas como Americanas, Submarino e Shoptime. A empresa permite que outros varejistas utilizem sua estrutura para aumentar o alcance e vender mais, vendo “para os clientes deles”.

Entrando num marketplace como esse, sua empresa já conta com o ‘ecossistema’,ou seja, toda a estrutura pronta para vender online, incluindo: marketing, segurança, meios de pagamento e entrega, etc.

Para fazer parte, é preciso pagar uma comissão sobre as vendas que sua empresa realizar por intermédio deles. Para saber como funciona, clique aqui.

8. Site da sua empresa

Por último, mas de forma alguma ‘menos importante’, invista no site da sua empresa. É com a ajuda dele que seu negócio será encontrado na internet. Também é através dele que você poderá, no mínimo, passar credibilidade, publicar conteúdo que ajude seus clientes, receber mensagens e ligações sem passar por intermediários.

Dica: Curso Online do SEBRAE

Você pode aprender mais sobre essas e outras ferramentas de vendas online no curso oferecido pelo SEBRAE. Nele, você vai conhecer técnicas para melhorar a performance do seu negócio nas redes sociais, aumentar o tráfego e criar (ou incrementar) seus canais de vendas online.

O curso é 100% online e gratuito, com carga horária de 4 horas e prazo de 15 dias para conclusão. Ao final, você receberá um certificado e estará preparado para ter uma presença digital eficiente, pronta para vender mais pelos canais que a internet lhe oferece.

Cuidado com estoque e financeiro (para não sair perdendo)

Agora que você viu algumas opções pra começar a vender online, não esqueça de manter os controles financeiro e de estoque muito bem organizados. Afinal, de nada adiantaria todos os seus esforços se você se perder nas contas, não saber a quantas anda o fluxo de caixa e muito menos a quantidade de determinados produtos em estoque.

Lembre-se de que a internet pode ser uma faca de dois gumes, que tanto traz felicidade ao aumentar o faturamento, quanto problemas quando você tem muitos clientes insatisfeitos. Por isso, mantenha os controles em dia no seu sistema de gestão empresarial, que é o braço direito da sua empresa em todos os momentos.

.

E então, com ânimo para apostar no poder da internet para vender online? Quando a pandemia de coronavírus passar, nada disso será perdido. Você estará mais preparado para continuar avançando nos negócios que, claramente, cada vez mais serão feitos assim, à distância, mas com rapidez e atendimento de qualidade.

 

Inscreva-se na Newsletter

Gostou deste artigo? Inscreva-se gratuitamente e receba novos conteúdos em primeira mão no seu e-mail!


Este post tem 2 comentários

  1. Avatar

    ola boa tarde acho que o meu seguimento nao como trabslhar online e um centro de formacao de condutores

    1. Equipe SBGestor
      Equipe SBGestor

      Olá!
      Sobre o segmento de autoescolas, gostaríamos de convidar você a acompanhar os materiais que publicamos no site do GestorCFC. Lá você vai encontrar várias matérias e e-books gratuitos com conteúdos sobre: como conquistar mais alunos, melhorar o controle financeiro, fazer marketing online do seu CFC e muito mais.
      Aproveite para conhecer essa solução, que tem uma equipe de Sucesso do Cliente sempre pronta a lhe ajudar a atingir seus objetivos de crescimento da sua empresa. Clique aqui para ir ao site do GestorCFC!
      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Estamos sempre às ordens.

Deixe uma resposta